“Que um sonho bom, sem fronteira e sem fim, venha clarear em nós o eu profundo. É preciso rir, ensina Piolin, e na alegria iluminar o mundo”. (Carlos Drummond de Andrade)

O sorriso da moça velha

 

CEJAM_DiadasCriancas-12

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>